Meu perfil
BRASIL, Sudeste, ARUJA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Livros, Informática e Internet
MSN - pastorsolon@hotmail.com




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 E Agora, Como Viveremos?
 Revista Impacto
 FARLEY SARMENTO
 Teologia de vanguarda
 

" target="_blank">UBE
 " target="_blank">Blogs amigos




A palavra do pastor
 


Alice Cooper

 

Alice Cooper: de pacto com o diabo a professor de EBD

 

 

O roqueiro teve a sua vida transformada, frequenta a igreja regularmente, professa a fé em Cristo e tornou-se professor da Escola Bíblica Dominical.  

 


Agora, ele diz “minha vida é dedicada a seguir Cristo”!



 

Fontes: padom.com.br 

            parcedomini.blogspot.com

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 11h51
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 07h42
[] [envie esta mensagem
] []





Alice Cooper

 

Alice Cooper: de pacto com o diabo a professor de EBD

 

O roqueiro teve a sua vida transformada, frequenta a igreja regularmente, professa a fé em Cristo e tornou-se professor da Escola Bíblica Dominical.  


Agora, ele diz “minha vida é dedicada a seguir Cristo”!



 

Fontes: padom.com.br 

            parcedomini.blogspot.com

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 11h03
[] [envie esta mensagem
] []





Pregador mirim

Pregador mirim


Afinal, é uma maneira de Deus se manifestar, ou apenas um modismo da igreja contemporânea?

 

As crianças prodígios dos pulpitos, famosas hoje pelo inusitado saberão conviver com o anonimato amanhã, quando se tornarão mais um?



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 12h28
[] [envie esta mensagem
] []





Casais materialistas

Casais materialistas e a felicidade

Um grupo de pesquisadores da Universidade Brigham Young (EUA) descobriu que casais autodenominados materialistas conseguem obterem mais dinheiro ao longo da vida, porém acumulam em igual proporção a quantidade de problemas. É o que sugere os estudos, recentemente divulgados na revista "Couple e Relationship Therapy".

Embora o estudo apresente dados importantes, as conclusões não foram tão surpreendentes para os pesquisadores, já que o materialismo só foi medido pelo auto-avaliações.

"Às vezes as pessoas podem enganar-se sobre o quão importante são as suas relações para eles e para o cônjuge".

 

A pesquisa demonstra que, muitas vezes o dinheiro torna-se uma fonte significativa de conflito para o casal materialista. Os pesquisadores descobriram que o foco em dinheiro e posses cobra um alto pedágio da felicidade e da estabilidade do casal.

O Mestre já ensinou, ajuntai riquezas no céu, onde os ladrões não roubam, e onde não conseguem atingir o nosso coração, pois onde está a sua riqueza, aí está o seu coração, ou seja, riqueza boa é longe do alcance das vistas.

É a palavra do pastor.

Fonte: http://news.psicologado.com e http://www.healthfinder.gov 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 11h07
[] [envie esta mensagem
] []





"Causa das causas, tem pena de mim."

 

As últimas palavras de Sócrates.



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 22h42
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

A Importância do Ensino Religioso

 

 

Luciano Franco Alonso &  Solon Diniz Cavalcanti

 

 

 

A educação no Brasil tem sofrido várias mudanças, entre elas está a inserção do ensino religioso nas escolas da rede pública de ensino. Diante deste fato aparece a pergunta: O ensino religioso deve ser feito no ambiente escolar?

A idéia proposta nesse escrito é que a rede pública de ensino deve se preocupar em oferecer o melhor do ensino das ciências como matemática, português, biologia, física etc. E deixar que a formação religiosa seja construída no ambiente familiar e religioso.

Esta opinião se deve principalmente por dois motivos:

1) O ensino religioso no ambito escolar rouba a função da família e do teatro sagrado da religião;

2) A proposta curricular para o ensino religioso fere e ultrapassa os seus limites, adentrando questões estudadas em outras disciplinas, tais como, a ética na filosofia e a interação social na sociologia.

O ensino religioso produz marcas relevantes no ouvinte não é, por exemplo, como a matemática que é um ensino objetivo. O ensino religioso adentra aspectos subjetivos da formação do caráter da criança, pois estimula a imaginação e exige respostas, comprometimentos que podem ser, em muitos casos, contrária à cultura religiosa familiar.

Enquanto o professor de biologia trabalha com experimentos científicos, transmitindo ao educando um resultado que independe da sua formação cultural e que nunca modificará o seu comportamento familiar e sociológico, o professor de religião imprime a sua própria experiência na alma do aluno. Em matéria religiosa, como ser imparcial? Quando se trata de ensino religioso, como deixar de lado a paixão?

A ética, que é uma proposta a ser trabalhada pelo ensino do saber das religiões, nunca foi um tratado religioso ou teológico e sim um tratado filosófico. Mesmo porque a religião por se tratar de uma relação transcedental é uma antinomia às relações entre os seres humanos.

Enquanto a ética, que é competência da filosofia, trabalha horizontalmente, cuidando da minha relação com o meu semelhante, a religião me coloca na poltrona de um vôo vertical que supera os limites da humanidade.

Ainda entendemos que a escola é o ambiente apropriado das ciências, da mesma forma que à família compete a formação moral, porém, é no lugar “sagrado” onde está a atmosfera propícia ao ensino religioso do individuo. A família contribui com a religião, ela funciona como o start, o despertamento espiritual, mas, é a instituição religiosa que  viabiliza a formação cultural e da experiência final.

Em um estado laico o poder público deveria restringir o ensino religioso escolar às instituições confessionais, onde os pais escolhem o que os filhos devem aprender, mas parece que o Estado resolveu anular a paternidade e, com o ensino religioso multiforme produzir uma cizânia no seio da célula mater da sociedade.

Este é o nosso entendimento.

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 12h31
[] [envie esta mensagem
] []





Declamador do Alcorão aceita Jesus e prega o evangelho
   

IRÃ (2º) - Haik Hovsepian (martirizado em 1994) uma vez pregou um sermão com o título “Salvação ou religião”. Essa foi uma mensagem muito poderosa, que tratou sobre cinco diferenças entre religião e a salvação em Cristo. A gravação foi amplamente distribuída no Irã. Uma das pessoas que, recentemente, teve acesso a uma dessas fitas é um declamador oficial do Alcorão. Ele tem uma voz muito forte, e foi convidado diversas vezes para ler passagens do Alcorão em diferentes mesquitas no Irã. Ele também recitava sobre a vida dos Imams (descendentes de Maomé). Ele era uma pessoa muito religiosa.

Quando ele recebeu a fita com o sermão de Haik, percebeu que somente através da religião ele não poderia ser salvo. Ele estava preso a alguns pecados imorais como alcoolismo e adultério, e era uma pessoa com o temperamento muito difícil. Quando ouviu sobre a diferença entre a religião e a salvação em Jesus, o Espírito Santo falou ao seu coração. Ele foi tocado pela mensagem, e escutou a fita mais algumas vezes. 

Então, ele se sentiu mais convencido de que precisava da salvação em Jesus e entregou sua vida ao Senhor. Daquele momento em diante, ele não apenas ficou livre de seus pecados, mas também da religião com a qual ele se identificava tanto. 

Após essa experiência, ele ficou muito feliz. No passado, ele usava camisas pretas, e seu trabalho era fazer as pessoas nas mesquitas chorarem. Mas depois de receber Jesus em sua vida, até as cores de suas roupas ficaram mais claras! Agora, ele usa sua voz para louvar ao Senhor e compartilhar sobre Jesus em todos os lugares.

Como ele era uma pessoa muito conhecida entre os líderes religiosos muçulmanos e muitas outras pessoas, em uma noite, a polícia secreta bateu em sua porta e o levou. Duas semanas depois, eles o libertaram da prisão sob fiança, para aguardar até o momento de seu julgamento. Ele teve que pegar metade do dinheiro emprestado de seus parentes, porque ele não tinha dólares o bastante em suas economias. Ele havia perdido seu emprego como declamador do Alcorão, e não tem nenhuma fonte de renda, então está muito difícil para ele se sustentar e pagar o empréstimo para sua família.

Pedidos de oração

- Ore para que ele consiga arranjar um emprego, para poder pagar a dívida para sua família e viver de modo digno.

- Ore por segurança, para que as pessoas que o conheciam como muçulmano e agora sabem que ele é cristão não o forcem a deixar sua nova fé em troca de dinheiro.

- Louve a Deus pela fé desse irmão e peça para que ele continue firme no caminho de Cristo, falando sobre Seu amor e a verdadeira salvação.


Tradução: Missão Portas Abertas 
2/4/2011



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 09h58
[] [envie esta mensagem
] []





Aqui, nós somos crentes! Bispo  Robinson Cavalcanti.

 A parada Gay anuncia ato religioso, marcando encontro com líderes religiosos na Paróquia Santíssima Trindade da Igreja Anglicana no Centro de São Paulo nesta quinta-feira. A Igreja Anglicana do Bispo Robinson Cavalcanti esclarece “Homossexualismo incompatível às Sagradas Escrituras.”

 

O grupo homossexual abriu o painel “religião e homoafetividade” e o ato inter-religioso com apoio e parceria da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT) com o tema “Amai-vos uns aos outros. Basta de Homofobia!”

O objetivo deles é de estimular o debate sobre a tolerância à religiosidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais e o respeito à laicidade do estado brasileiro.

Segundo a Igreja Anglicana do Cone Sul da América, o grupo terá de forma blasfema o lemba bíblico “Amai-vos Uns aos Outros,” com o presidente da manifestação referindo-se como membro da Igreja Anglicana com trio elétrico com espaço para o segmento “evangélico.”

A Igreja deixa claro a Resolução 1.10 da Conferência de Lambeth de 1998 da Diocese que considera a prática do homossexualismo como “incompatível com os ensinos das Sagradas Escrituras, e dos documentos recentes da Aliança Evangélica e da Associação Brasileira de Educandários Evangélicos, afirmando a normatividade da heterossexualidade.”

A Diocese lamenta que no universo protestante existam “Igrejas” assumidamente homossexuais (Metropolitana, Contemporânea, Inclusiva, etc.), e que haja segmentos denominacionais – inclusive autoproclamados “anglicanos” – que assumam posturas contrárias à Palavra de Deus.

Ela esclarece também que considera que os ditos “evangélicos” ou “anglicanos,” que participam ou lideram esse “lamentável espetáculo hedonista” com financiamento público, não são membros ou congregados da Diocese do Recife, nem com a mesma possuem qualquer tipo de vínculo ou relacionamento.

“Como tem afirmado o nosso Bispo Diocesano, Dom Robinson Cavalcanti: ‘Aqui, nós somos crentes!’” conclui o esclarecimento da Igreja.

Extraído do GNOTÍCIAS

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 09h47
[] [envie esta mensagem
] []





A morte do profeta

Sem mancha, sem escândalo, o coração ardoroso, a mente lúcida. Amou os drogados do mundo inteiro como se fossem os seus próprios filhos. Deixa um legado de integridade, joelhos que só dobraram-se perante o Rei da Glória. Serviu à sua geração da mesma forma que Davi, um profeta genuíno à semelhança de Elias, um mestre inigualável, agora quem sabe a sua obra merecerá carinho dos seminários de todo o mundo.


Este foi um verdadeiro pastor pentecostal, poder e conteúdo.
Estou chocado, como se perdesse um íntimo…
Me delicio com os seus escritos através do site http://www.tscpulpitseries.org , lia os seus livros desde a década de 70, quando da minha conversão “A Cruz e o Punhal”.
Ficamos um pouco órfãos,
O veremos na glória!



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 17h51
[] [envie esta mensagem
] []





Juiz na Mesopotâmia

 

Leia abaixo, se assim fosse no Brasil nos dias de hoje provavelmente

teríamos mais justiça, justiça mais efetiva, mais correção jurídica,

mais juízes corretos, veja, depois comente.

Um juiz deve julgar um caso, alcançar um veredicto e apresentá-lo por escrito.

Se erro posterior aparecer na decisão do juiz, e tal juiz for culpado,

então ele deverá pagar doze vezes a pena que ele mesmo instituiu para o caso,

sendo publicamente destituído de sua posição de juiz,

e jamais sentar-se novamente para efetuar julgamentos. 

Código de Hamurabi

 

O que acha?

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 16h17
[] [envie esta mensagem
] []





Carta aberta a alguém a quem (ainda) admiro.

 

Ao Pr. Ricardo Gondim,

Já escrevi a você em outra oportunidade e obtive a sua resposta, faço-o novamente por necessidade sua.

Teísmo Aberto, ou Teologia Relacional, não importa o nome dado, não é isto que você está divulgando, o que diz é um equívoco.

Deus continua com o controle de todas as coisas, e todo o sofrimento que este mundo tenha ainda é pouco pelo tanto de pecado que semeou.

Se o mundo acabasse em tragédia o amor de Deus não estaria à prova, a Sua justiça continuaria intacta e a Sua glória sem mancha.

Na verdade, a misericórdia de Deus é que não permite que mais tsunami aconteçam, Ele ainda tem o controle da história nas mãos, permitiu a tragédia no Japão, mas impediu outras em outros lugares, isto é a Sua soberania.

Deus está em nós, mas está em Seu trono, lembra de Estevão?

Se atravessar mais um pouquinho que seja a linha sobre a qual estão os seus pés... como Rubem Alves será a apostasia.

Apostasia é ensino da Teologia Relacional, a capacidade de deixá-Lo, sinergismo.

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 08h33
[] [envie esta mensagem
] []





A Lógica da Loucura de Deus

 

“Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação.” (1 Coríntios 1:21 RA)

Quando morei em Bagdá achava tudo muito estranho, como se estivesse em outro planeta. A impressão que os iraquianos eram pessoas arrogantes, soberbas “–Bobagem, é o jeito deles, na verdade são pessoas simples”, foi o que me falou um brasileiro que lá estava há mais tempo. Mas a maneira que eles tinham para se relacionar, uns com os outros e com o mundo ao seu redor, era inimaginável para um sul-americano.

A idiossincrasia do oriental é completamente diferente do ocidental. Um chileno atropelou uma criança que atravessou a estrada. O pai não aceitou indenização financeira: a vida da filha pela vida do motorista. O juiz de direito concedeu.

Ser gentil com as mulheres... nem pensar. A mulher é amaldiçoada, por isto anda de preto que retém o calor, já o homem veste-se de branco para refletir a luz solar. O babilônico diz: “O meu amigo vai para a guerra e mata o meu inimigo, vale mais que a minha mulher”. A lógica deles é incompreensível para nós.

Em “nosso mundo” ocidental temos uma lógica própria, criada principalmente à luz da filosofia grega e do direito romano. A sociedade ocidental tem a sua moral, suas regras, seus conceitos, o seu “modus vivendi”.

Não interessei em me adaptar ao jeito iraquiano de ser. Não desejava ser iraquiano, por isto não questionava e nem me envolvia em seus problemas e dificuldades. No Iraque eu era apenas um estrangeiro, peregrino. Eu tinha consciência que tudo aquilo era passageiro e não me pertencia. Não poderia me satisfazer, não era cidadão daquele “mundo”. Embora contribuísse com o meu trabalho para a melhoria daquele lugar, o meu objetivo era voltar ao Brasil.

A lógica tem a ver com a minha expressão pessoal no contexto social em que me realizo como cidadão.

O Senhor Jesus veio ao mundo para imprimir uma nova lógica, a Sua lógica. A lógica do Céu é diferente da oriental e também da lógica ocidental. O cristão é alguém que nasce da vontade de Deus e, portanto é cidadão do Céu. Eis o fundamento para uma nova racionalidade, a cidadania celestial.

O cristão tem a cidadania celestial, logo, um estrangeiro que está deslocado e incapacitado de se realizar nesta vida, e tem consciência disto. Na impossibilidade do homem alcançar o Céu, Cristo conduziu o céu para dentro do homem. A religião abandonou a característica de um conjunto de leis exteriores, “faça isto ou aquilo”, transformando-se em uma fonte de vida interior. A lógica banal do mundo não alcança tamanha extravagância, por isto crucificaram Jesus Cristo.

O evangelho é a loucura de Deus. Eis a Lógica de Deus.

e-mail: pastorsolon@hotmail.com

 



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 12h57
[] [envie esta mensagem
] []





Sempre é a mesma coisa

 

Conforme notícia da Folha.com, o Hamas disparou dezenas de foguetes contra Israel neste sábado.

Assim o grupo islâmico palestino quebrou uma trégua de paz que durava mais de dois anos.

Israel reagiu aos ataques.

Ninguém, líder algum apareceu para se indispor contra o Hamas, porém, tenha certeza

que já ja  alguém reclamará da auto defesa israelense. É sempre assim!



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 12h03
[] [envie esta mensagem
] []





Superação

Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, como farás na enchente do Jordão? (Jeremias 12:5)

Uma vida extremamente competitiva, avasaladora. Não sabemos em quem confiar, todos disputando um lugar ao sol e a praia da vida parece cada vez menor.

O lar virou um simples albergue, os amigos são virtuais, a fé bombardeada por balas de dúvidas, a esperança parece tão distante.

Deus não chama pessoas para uma vida comum, mas sobrenatural. Lutas diárias podem ser vencidas, as dores superadas, qualquer um pode,

mas o que Deus tem preparado aos que recebem o seu chamado é muito maior, portanto o nosso esforço diário é apenas um treinamento,

você vai disputar com cavalos e não com homens.

 "Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito".(Martin Luther King Jr.)



Escrito por Pr Solon Diniz Cavalcanti às 09h43
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
online